Alemanha

Finalmente agora o governo alemão quer facilitar o reconhecimento de diplomas estrangeiros


Agora depois de eu ter conseguido o reconhecimento do meu diploma, conforme eu ja escrevi no post:

Finalmente o reconhecimento do meu diploma aqui na Alemanha.

Hoje saiu no Deutsche Welle a noticia de que daqui a um ano vai ficar bem mais fácil fazer esse reconhecimento.

Segue abaixo a reporagem kibada daqui.

Ministra alemã da Educação e Pesquisa, Annette Schavan, anunciou plano do governo de facilitar o reconhecimento de diplomas estrangeiros, destacando a relevância econômica do projeto.

Segundo a ministra alemã da Educação e Pesquisa, Annette Schavan, as qualificações profissionais de cerca de 2,87 milhões de pessoas residentes na Alemanha foram obtidas no exterior. Dessas, cerca de 500 mil poderão se beneficiar com o novo projeto do governo alemão, que procura melhorar o processo de reconhecimento de títulos e diplomas estrangeiros.

O novo plano de 13 pontos para equiparação de graus e diplomas estrangeiros a níveis correspondentes na Alemanha foi apresentado pela ministra Schavan, juntamente com a encarregada do governo alemão para questões de Integração, Maria Böhmer, nesta quarta-feira (09/12), em Berlim.

“Teremos enormes problemas para encontrar trabalhadores qualificados nos próximos 10 anos”, afirmou Schavan, “a não ser que nossa economia sofra uma estagnação na próxima década – o que ninguém espera que aconteça”. Tudo o que fazemos visa a um maior crescimento, e por esse motivo está mais do que na hora de tomarmos tais providências”, explicou.

Processo único

A principal medida do novo plano é a criação de um processo único de reconhecimento – uma agência central na qual os cidadãos formados no exterior poderão pedir a avaliação e o reconhecimento de seus títulos, levando também em consideração a experiência profissional acumulada. Atualmente, a disparidade entre os padrões de avaliação dos diferentes estados alemães complicam ainda mais esse processo.

Schavan quer que as novas regras passem a vigorar a partir de 1° de janeiro de 2011. O novo projeto de lei aprovado pelo gabinete de governo alemão nesta semana já fazia parte do tratado da coalizão de governo entre conservadores e liberais.

As novas regras preveem que cada estrangeiro terá direito à avaliação de suas qualificações num período máximo de seis meses. Após esse período, ele deverá ser informado se seu diploma será reconhecido total ou parcialmente na Alemanha.

Urgência econômica

Segundo Maria Böhmer, a planejada legislação se adéqua principalmente a estrangeiros que vivem no máximo há dez anos na Alemanha. A encarregada governamental afirmou que o projeto de lei sinaliza uma nova cultura de reconhecimento do potencial de migrantes.

Os alemães também lucram, acresceu Böhmer, porque podem absorver melhor pessoas com qualificação profissional. A ministra Schavan, por sua vez, considera isso uma necessidade econômica, diante da crescente demanda de pessoal qualificado e para o desenvolvimento demográfico.

Com cautela, organizações de imigrantes saudaram o projeto do governo. Hilmi Kaya Turan, membro do Conselho de Imigrantes de Berlim e Brandemburgo, considera-o uma resposta a uma preocupação de longa data.

Mas trata-se somente de uma declaração de intenções a ser avaliada neste período parlamentar. De qualquer forma, Turan considera positivo o governo alemão estar finalmente tomando providências para resolver um problema que, entre outras coisas,  levou à existência de uma grande quantidade de taxistas superqualificados.

Autor: Ben Knight / Carlos Albuquerque

Revisão: Simone Lopes

Finalmente o reconhecimento do meu diploma aqui na Alemanha.


Semana passada veio finalmente o reconhecimento do meu diploma de Engenheiro Civil aqui na Alemanha, recebi a seguinte resposta:
“Wir erteilen Ihnen, Herrn Martin Stefan Riesel, geb. am 14.06.1976, die Genehmigung zum Führen der Berusbezeichnung Ingenieur.”
Ou seja eu tenho a autorização de utilizar o meu titulo de engenheiro. Depois disto eu fui na Câmara de engenheiros para saber como funciona a regulamentação da profissão, e esta é um tanto diferente do Brasil, aqui eu não preciso ser filiado para poder trabalhar, alias eles praticamente só aceitam filiações de engenheiros autonomos. Mas eu ainda não posso assinar como responsável técnico para isso assim como os engenheiros recem formados é nescessário trabalhar primeiro 3 anos e depois enviar um comprovante deste periodo e dos projetos realizados.

Demorei muito tempo para conseguir encontrar onde fazer esse reconhecimento, como fazer e qual os resultados práticos deste reconhecimento, então caso alguém precise fazer esse processo segue a receita:

1) Antes de mais nada verifique como esta classificada a universidade que emitiu o diploma, no site da Anabin tem uma lista com 780 Universidades e um conceito de cada uma.

2)Depois verificar onde fazer a solicitação e isso depende da profissão, pode ser visto nesta Lista:

http://anabin.kmk.org/no_cache/filter/anerkennungs-und-beratungsstellen-in-deutschland.html
Ou
http://www.anerkennung-in-deutschland.de/

3)Com certeza as exigencias para cada profissão devem ser diferentes mas no meu caso foi solicitado:

  • Lebenslauf  “Curriculum”
  • Ausweis (amtlich beglaubigte Kopie von sämtlichen Eintragungen) “Copia autenticada do documento de identificação”
  • Meldebescheinigung “Comprovante que esta “Ameldado” ou seja registrado na prefeitura”
  • Kopie des Originalausbildungsnachweises (Diplom usw.) – amtlich beglaubigt “Esta é a parte mais complicada, uma cópia do diploma legalizada pelo consulado Alemão no Brasil, e para conseguir a legalização é necessário o reconhecimento da firma (assinatura) do reitor no diploma do devido cartório que tem a ficha do reitor, valeu mãe pela ajuda”
  • Übersetzung des Ausbildungsnachweises (Diplom usw.) oder amtlich beglaubigte Kopie der Übersetzung des Ausbildungsnachweises – Übersetzung durch einen öffentlich bestellten und beeidigten Übersetzer “Tradução juramentada do diploma ou cópia autenticada da tradução e comprovante que o tradutor é juramentado”
  • Kopie des Original-Fächerkatalogs – amtlich beglaubigt “Cópia autenticada do curriculo escolar”
  • Übersetzung des Fächerkatalogs oder amtlich beglaubigte Kopie der Übersetzung des Fächerkatalogs – Übersetzung durch einen öffentlich bestellten und beeidigten Übersetzer “Tradução juramentada do currículo escolar ou cópia autenticada da tradução e comprovante que o tradutor é juramentado”

As cópias autenticadas eu fiz direto na prefeitura aqui. Espero que essa pequena receita ajude quem quiser fazer o reconhecimento do seu título, mas se precisarem de mais alguma informação é só deixar um recado abaixo.

Atualização:

Mais novidades em http://www.riesel.com.br/alemanha/governo-alemao-quer-facilitar-reconhecimento-diplomas-estrangeiros/

Atualização 2:


Como muitos me perguntaram sobre salário aqui na Alemanha, indico o site
www.gehaltsvergleich.com.
E agora o reconhecimento do diploma deve ficar bem mais fácil http://www.brasilalemanhanews.com.br/Noticia.aspx?id=2592:

5/7/2012 – 17:00
Alemanha facilita validação de diploma estrangeiro
Estrangeiros que obtiveram suas qualificações acadêmicas e profissionais no exterior e gostariam de tê-las reconhecidas no país, podem se informar sobre o tema em novo site do governo alemão

Centro Alemão de Informação Brasília – AlemanJA

No site Reconhecimento na Alemanha, o governo alemão oferece informações sobre a base jurídica e o procedimento para a obtenção de reconhecimento de diplomas universitários obtidos no exterior.
Mais uma excelente notícia para quem quer trabalhar na Alemanha. Já está online o site Recognition in Germany (Reconhecimento na Alemanha) – serviço do Governo alemão que oferece informações atualizadas sobre a base jurídica e o procedimento para a obtenção de reconhecimento de diplomas universitários e das qualificações profissionais estrangeiras.

Disponibilizado em alemão e inglês, www.anerkennung-in-deutschland.de permitirá que os imigrantes que já moram na Alemanha e os candidatos a uma vaga de trabalho descubram se, onde e como as suas qualificações acadêmicas e profissionais obtidas no exterior podem ser reconhecidas e certificadas no país. E o que é mais prático: o buscador online de reconhecimento (Recognition Finder ou Anerkenungs-Finder) direciona, em poucos passos, o usuário para o exato local que cuidará do processamento do seu caso específico.

Assim como www.make-it-in-germany.com, lançado em junho para atrair profissionais e superar a escassez de mão de obra qualificada – estrangeira ou não – na Alemanha, o Recognition in Germany também apresenta informações sobre o mercado de trabalho no país – vagas, requisitos e custos – bem como aconselhamento, tanto pessoal quanto por meio de uma central telefônica de atendimento. Desde abril, a hotline do serviço já recebeu mais de mil ligações.

Prioridade

O recrutamento de trabalhadores qualificados é uma prioridade do Governo da Alemanha. Em abril, o Bundestag (Câmara baixa do Parlamento alemão) aprovou a introdução do chamado Blue Card, uma diretriz da União Europeia (UE) sobre trabalhadores altamente qualificados.

Pelas novas regras, profissionais de países de fora da UE devem apresentar diploma universitário e um contrato de trabalho com um salário anual de pelo menos 44.800 euros para obterem um visto de permanência na Alemanha. Até agora, o mínimo exigido nesses casos era uma renda de 66.000 euros anuais. Para áreas nas quais a demanda por profissionais é maior, como é o caso de engenheiros, matemáticos, médicos e profissionais de TI, a renda mínima exigida é ainda menor: 34.944 euros.

Após três anos, os profissionais com Blue Card podem obter um visto de permanência definitivo para si e para sua família, caso ainda estejam trabalhando. Se eles comprovarem ter bons conhecimentos de alemão, o prazo cai para dois anos.

Além disso, a lei prevê que um estrangeiro com nível superior receba um visto de seis meses para procurar emprego na Alemanha. Recém-graduados poderão ficar 18 meses procurando emprego no país, em vez dos atuais 12 meses.

Página da família foi transferida


Página da família foi transferida para um servidor próprio em:

www.riesel.com.br/familia

Com essa nova página é possivel para todos os usuários cadastrados modificar e adicionar registros.
Além de não existir mais limites de pessoas e nem de fotos armazenadas.
Esta alteração foi necessária pois o Site MyHeritage alterou os limites de pessoas cadastradas.
Depois de tentar com o Genopro e com o Myheritage, agora o site esta realmente online, com um programa que roda em PHP com um banco de dados em MySQL, o PHPGedView melhorou muito nos ultimos anos com suporte ao Portugues e muitas outras linguas, para mim só me falta o Croata.

Melhor passear de ambulância em Munique do que em Curitiba


Esta certo que nunca é bom passear de ambulância, mas hoje consegui ver a diferença de uma estrutura para a outra.
Lembro que quando bati a moto em Curitiba, fiquei uma meia hora deitado no asfalto com a perna dobrada no meio da coxa (quebrei o femur). Na ambulância o Siate fiquei passeando entre a cabine e a porta dos fundos porque a maca não travava. No hospital Cajuru depois de uma primeira analise onde o médico concluiu que eu teria que ser operado fiquei algumas horas numa maca no meio de um corredor lotado.
Hoje para aproveitar esse curto verão europeu fui passear no bosque de bicicleta com a família. No meio do passeio acabei passando mal e desmaiei por alguns minutos. Quando acordei minha esposa já estava falando pelo celular com a emergência, a ambulância demorou uns 5 minutos para nos encontrar no meio do bosque, exatamente o tempo que eles por LEI tem. Na ambulância fiz um eletrocardiograma assim como mais alguns exames. Na parte do hospital não existe nem como comparar, os hospitais aqui tem uma estrutura muito superior tanto em quantidade de pessoal quanto na quantidade e modernidade dos equipamentos.
Fiz mais alguns exames e só voltei para casa porque eu pedi senão teria ficado mais até amanha para repetirem os exames, e isso por causa de uma pressão baixa.

YOUTUBE XL

Faz algum tempo que desisti de assistir TV, primeiro por achar que o modelo esta superado segundo pelo imposto de 17 EUR/mês (R$51/mês) cobrado aqui na Alemanha.
Então retirei minha antena e meu codificador, e comprei um computador para a sala, ainda preciso fazer o Review deste computador ele é ótimo para isso, e um teclado sem fio com mouse integrado.
Ontem lendo o Meio Bit encontrei essa maravilha, YouTube XL, uma versão adaptada para acessar as funções de longe.
Para mim só não funcionou no Firefox, ele começa a carregar e depois da o erro 404, página não encontrada.No Chrome ficou ótimo.
É mais fácil de selecionar os videos a partir do sofá com o teclado sem fio, até porque o mouse integrado do teclado não tem tanta precisão.
E para ver a tela ficou melhor pois não precisa mais descer a página e as letras são bem maiores o que para mim não era tanto problema, mas para algumas outras pessoas esta complicado com o sofá a 3 metros da tela de 38 pol.
youtube-xl
youtube-xl2

Viagem para o Brasil

Album de fotos
A viagem para o Brasil foi muito curta, não foi possível fazer nem metade do que planejamos, alias peço desculpas aos amigos e familiares que não consegui visitar.
Mas apesar de termos perdido 4 dias das férias por ter perdido o avião aqui em Munique, foi muito bom passear no Brasil e rever o pessoal.

Viagem para Croácia

Último final de semana fui visitar os parentes da Croácia, junto com meu filho Stefan. Apesar da longa viajem de ônibus, 12 horas, foi muito bom. Consegui conhecer alguns primos do meu pai assim como a tia dele. A tia Eva esta com 85 anos e apesar dos problemas de saúde esta muito lúcida e bem humorada.
Jarmina, a cidade natal dos meus avôs, mudou totalmente depois de duas guerras, a única coisa que se mantém original é a igreja, que apesar de ter perdido a torre na última guerra foi reformada.
A família esta bem agora, eles ficaram 10 anos sem poderem voltar para casa por causa da guerra. E agora faz 10 anos que estão reconstruindo tudo que foi destruído. As sequelas da guerra ainda são visíveis na cidade e nas pessoas, mas lentamente a Croácia esta se recuperando.
Kroatien (Álbum de fotos)

Zugspitze


Aproveitei o feriado da semana passada para conhecer o Zugspitze, montanha mais alta da Alemanha. Para quem esta em Munique a montanha não esta muito longe, ficando a 1:30h de trem até Garmisch-Partenkirchen. Chegando lá é necessário comprar outro ticket para o trem e para os teleféricos.

Com certeza não é um passeio barato, mas vale muito a pena. Existem duas formas para subir e descer, mas eu aconselho subir pelo teleférico a partir do Eibsee(Altitude 1000m) direto para o cume(Altitude 2962m). Chegando lá em cima temos uma vista maravilhosa, mas ficando em cima de uma estrutura de concreto, com grades, bastante seguro até para as crianças, esta estrutura possui um pequeno museu, um pequeno restaurante, um café e uma estação meteorológica.
Ver o Album
Descendo só 348m por outro teleférico chegamos ao glaciar, ou geleira, que é um planalto onde tem neve o ano todo. Nesta geleira tem um restaurante maior, muito bom alias, e muita neve para as “crianças” brincarem.Para descer pegamos o trem a partir do glaciar, mas este segue por 20 minutos de túneis, e mais quase uma hora até Garmisch-Partenkirchen ficando realmente melhor como uma opção para a descida.E para não perder o costume fiz muitas fotos e até editei as filmagens.

Dia das Mães

Ainda temos muita coisa para visitar em Munique e perto de casa, então fomos ontem(dia das mães) visitar um lago(Eggelburger See) perto de casa(6Km) numa caminhada de 9Km até Ebersberg, onde pegamos o Metro e voltamos para casa.
Fotos no álbum:
Passeios perto de casa